28 de março de 2007

VOCÊ CONHECE ALGUM ATOR JAPONÊS????

Foto:
Daniele Suzuki: gueixa??


Quantos atores japoneses você vê por aí, seja no teatro, na TV ou no cinema? Seria falta de demanda ou falta de oportunidade?

Não seria estranho um personagem japonês ser filho, irmão, pai ou mãe de personagens não japoneses? Mas mas estranho ainda é não haver atores japoneses na mídia para formar um núcleo numa novela.

Não seria estranho um personagem japonês morador de favela? ou então um japonês na Monarquia? Ou um japonês nordestino?

No teatro, os olhos, a cor, a forma, a altura, tudo é relevante. Somos personagens. O ator não tem cara. Ele se empresta ao personagem. No teatro tudo é possível. Pode até soar estranho a japa aqui fazendo o papel de uma favelada, mas acredito que se fizer com verdade, ninguém vai querer saber que meu tipo físico não se encaixa num papel. Isso se a peça não for comercial. Nesse caso o padrão é como no cinema e na TV.

Mas... e no cinema e na TV?

Muito se ouvia sobre a falta de oportunidade de negros na TV. Agora felizmente conseguiram seu espaço, com negros protagonistas e em papéis relevantes e não esteriotipados. Mas e os japoneses? Conhece algum sem ser a Daniele Suzuki? Ou o jardineiro, o pasteleiro, a gueixa ou o japonês que não fala português? O Brasil é o lugar com a maior população japonesa fora do japão. E com toda certeza, os japoneses do Brasil SABEM FALAR PORTUGUÊS, NÃO SÃO SOMENTE JARDINEIROS, PASTELEIROS OU GUEIXAS DE KIMONO. Ou seja, japonês na mídia ainda é um grande esteriótipo.

Poucos japoneses querem ser atores ou poucas oportunidades são dadas? Não sei dizer. E os japoneses que são atores, estão conformados ou de mãos atadas? ou será que nem ligam? EU LIGO!

ISSO ME LIMITA? RESPONDA VOCÊ.

6 comentários:

Luís Pereira disse...

É engraçado isso, né Má? A televisão é muito estereotipada mesmo. Não que a Suzuki não seja boa atriz (não conheço muito o trabalho dela para fazer uma análise), mas me parece que se não fosse linda, não sei se o talento dela se sobressairia a ponto de ser contratada pela Globo, visto que já existe essa dificuldade dos atores nipo brasileiros.

Sil disse...

Má, eu vi uma entrevista com a Thais Araujo dizendo que ainda existe sim preconceitos ou restrição com os negros. Ela diz que muitas vezes lê o roteiro de uma novela, por exemplo, que narra: "Fulana de tal, negra, blábláblá". O que restringe os personagens para ela, e outros negros, acredito que com os japoneses deve ser igual, ou parecido.

Leandro disse...

Oi Mazinha !!! Eu também ligo para essa esteriotipação descarada...
Porém não é de hoje que os grandes meios de comunicação se preocupam em rotular e esteriotipar tudo, para que com rótulos as pessoas saibam exatamente o que estão comprando.
A única resposta que vejo em tudo isso ainda é a combinação de talento e perserverança.
É claro que pra quem é bonito ou influente as coisas surgem mais rápido e facilmente...
Mas sejamos otimistas e sigamos o exemplo de quem não deixa de ser quem é e mesmo assim é disputado por emissoras, fotógrafos, jornalistas e rádios.
Chico Buarque, Matheus Nachtergaele, Lenine, Ailton Graça, Fernanda Montenegro, entre outros...

leandro disse...

Afinal, o grande barato é que eles não precisam emprestar seu talento pra nada que não os agrade de fato.

Anônimo disse...

Exixte um pré-conceito de que os japoneses são todos muito inteligentes..não minimizando os demais, deve ser por isso que tem muito nas áreas de medicina, ciência, arquitetura, engenharia..o que eu vejo é quem tem muito na área da comunicação, jornalistas.. mas atores, são poucos que optam mesmo. Deve ser porque não ganha muito dinheiro, pois tem muito atores que passam fome..
As orientais de um modo geral elas são muito bonitas, talvez pela pele bem tratada, até mesmo pela boa alimentação.. o olhar delas são muito atraentes.. não deixa de ser um fetiche! ..não desprezando as ocidentais, por favor!

Claudinei de Campos disse...

Admiro muito as gatas orientais! Elas me atraem.. não sei porque não tem muitos atores, talvez porque nem sempre fama é sinônimo de dinheiro.. só sei que eles primam muito pelo bem estar e conforto em primeiro lugar..
não que ser ator é ser pobre, mas o sucesso é relativo.
Os japoneses tem muito talento pra tudo, incrível!